Precisa de ajuda?

+ 55 11 99384-2442
[email protected]

eBook

Não se esqueça



Algorta, Alejandra (Autor) - ALEJANDRA ALGORTA nasceu em 1991, em Bogotá, Colômbia. É autora, editora e fundadora de uma editora de poesia, a Cardumen. Em 2012, obteve menção honrosa no Prêmio de Literatura Barco a Vapor com o livro Pez quiere ir al mar (SM). Em 2019, publicou este romance, que foi traduzido para inglês e árabe. Em 2020, o livro foi incluído na lista dos melhores pelo Banco del Libro de Venezuela, e em 2021 pelo New York Times, além de ter sido selecionado pela American Booksellers Association (ABA) para integrar o programa Indies Introduce.; Rickenmann, Iván (Autor) - IVÁN RICKENMANN nasceu em 1965, em Bogotá, Colômbia. É um notável artista latino- americano que consegue capturar momentos presos no movimento do tempo. À primeira vista, seus desenhos podem ser confundidos com fotografias, pelo nível de detalhe em seu trabalho. Seus traços lembram a cadência de Francis Picabia e as composições de Kurt Schwitters; mas sua busca pessoal é desenvolvida em elementos adicionados dos movimentos Pop e Kitsch, vistos com mais destaque em suas pinturas de fios. Tais imagens contêm uma qualidade quase onírica, como se fossem uma memória do futuro, onde o velho está ligado ao sonho.; Guterres, João (Tradutor)

Romance, Literatura, Ficção, Relacionamento, Bogotá, bicicleta, descoberta, nostalgia


Sinopse

Esta é a história de Fabio, de seus medos e esquecimentos;

de sua desconfiança em relação aos adultos, desconfiança que compartilha e cresce no diálogo com “Malícia”, sua vizinha idosa.
Nem Fabio nem seu pai querem que o ônibus que ele dirige pela cidade deixe de ser provisório; se deixasse de ser, Fabio não poderia mais acompanhá-lo nos passeios, arrecadar o dinheiro e sair por aí enquanto o pai conversa com ele sobre os lugares que percorrem, sobre as pessoas que sobem no ônibus, sobre Bogotá.
Um personagem cativante, uma história de seres que sobrevivem em uma cidade difícil, um contexto raramente narrado. Uma obra acompanhada por uma história gráfica surpreendente e envolvente da Bogotá contemporânea.

Metadado adicionado por Editora Alta Books em 10/07/2024

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Editora Alta Books

ISBN relacionados

9786555682076 (ISBN do Livro Impresso)


Metadados completos:

  • 9786555682137
  • eBook
  • Não se esqueça
  • --
  • 1 ª edição
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Nunca se olvida
  • Algorta, Alejandra (Autor) - ALEJANDRA ALGORTA nasceu em 1991, em Bogotá, Colômbia. É autora, editora e fundadora de uma editora de poesia, a Cardumen. Em 2012, obteve menção honrosa no Prêmio de Literatura Barco a Vapor com o livro Pez quiere ir al mar (SM). Em 2019, publicou este romance, que foi traduzido para inglês e árabe. Em 2020, o livro foi incluído na lista dos melhores pelo Banco del Libro de Venezuela, e em 2021 pelo New York Times, além de ter sido selecionado pela American Booksellers Association (ABA) para integrar o programa Indies Introduce.; Rickenmann, Iván (Autor) - IVÁN RICKENMANN nasceu em 1965, em Bogotá, Colômbia. É um notável artista latino- americano que consegue capturar momentos presos no movimento do tempo. À primeira vista, seus desenhos podem ser confundidos com fotografias, pelo nível de detalhe em seu trabalho. Seus traços lembram a cadência de Francis Picabia e as composições de Kurt Schwitters; mas sua busca pessoal é desenvolvida em elementos adicionados dos movimentos Pop e Kitsch, vistos com mais destaque em suas pinturas de fios. Tais imagens contêm uma qualidade quase onírica, como se fossem uma memória do futuro, onde o velho está ligado ao sonho.; Guterres, João (Tradutor)
  • Romance, Literatura, Ficção, Relacionamento, Bogotá, bicicleta, descoberta, nostalgia
  • Literatura estrangeira
  • Mulheres (FIC044000), Hispânica e Latina / Geral (FIC056000), Literária (FIC019000)
  • Categoria -
    Ficção: geral e/ou literária
    --
  • 2024
  • 31/08/2024
  • Português
  • Brasil
  • --
  • Livre para todos os públicos
  • --
  • 112 páginas
  • R$ 34,90
  • 49029000 - Outros jornais ou periódicos, impressos, mesmo ilustrados ou com publicidade
  • --
  • 9786555682137
  • 9786555682137
  • --
  • --
  • Trata-se de uma novela de descoberta e da nostalgia de crescer. Apesar do tema parecer um infanto juvenil, é construído com uma prosa poética que transcende a questão etária e passa a servir para todos os públicos leitores. Um personagem estranho, uma história de seres que sobrevivem numa lado da cidade de Bogotá, que poderia ser a periferia de qualquer centro urbano da américa latina, muito difícil e poucas vezes mostrado, a novela é acompanhada, na abertura e no encerramento, de uma narrativa gráfica surpreendente com a estética contemporânea da cidade. New York Public Library's Best of the Year. Leitores de: Foi assim que aconteceu (ISBN: 978-65-5568-212-0) O chamado do silêncio (ISBN: 978-65-5568-204-5) Antologia noturna (ISBN: 9786555681550)

Metadados adicionados: 10/07/2024
Última alteração: 10/07/2024

Áreas do selo: AutoajudaEducaçãoGastronomiaHumanidadesInfantojuvenilLiteratura estrangeiraLiteratura nacionalTeoria e crítica literáriaTurismo

Dedicado à literatura, a Tordesilhas se compromete com a diversidade, revisitando com originalidade autores consagrados, revelando obras de tradições pouco conhecidas, descobrindo o novo em passados remotos, selecionando na criação de hoje o que está fadado à perenidade. Ao mesmo tempo, persegue o apuro na produção dos livros, nossa marca registrada. Com edição rigorosa, tradutores renomados e design gráfico elegante e funcional, buscamos tornar a leitura uma experiência única. Através de cuidadosa curadoria editorial, a Tordesilhas explora o melhor de cada um dos livros publicados, sempre em busca de talentos que possam dialogar com um público amplo sem perder a qualidade narrativa. Além dos clássicos, revisitados com criatividade, publicamos romances, biografias, contos, memórias, teatros e livros de fotografia. Também estão no radar da Tordesilhas escritores nacionais e internacionais que investiguem temas contemporâneos, capazes de nos ajudar a compreender mutações aceleradas do século XXI.

Saiba mais

Para acessar as informações desta seção, Faça o login.